Empresários são presos suspeitos de sonegarem impostos, em Goiânia

A Polícia Civil de Goiás (PCGO) prendeu um casal de empresários suspeito de sonegar impostos em vendas de carros de luxo na capital goiana. De acordo com a corporação, os acusados, de 32 e 28 anos, ostentavam uma vida de luxo e mantinham uma revenda de veículos de alto padrão.

Conforme a investigação, entre os veículos do estabelecimento, alguns custavam mais de R$ 1 milhão e outros chegavam a R$ 5 milhões.

Além das prisões, foram cumpridos também, mais 13 mandados de busca e apreensão. A polícia apreendeu, ainda, celulares, computadores e documentos que comprovaram o crime.

A PC divulgou que o grupo não recolhia o Imposto sobre Operações relativas à Circulação de Mercadorias (ICMS) da venda de carros e nem o Imposto Sobre Serviços (ISS) sobre a comercialização na modalidade consignação.

Já secretaria levantou que, só a título de ICMS, os valores sonegados podem superar R$ 8 milhões. Caso o casal seja condenado, eles podem responder por organização criminosa, falsidade ideológica e sonegação fiscal. A pena pode chegar a 10 anos.

Avenida Gercina Borges Teixeira,
Nº 83 - (Ao lado do museu Pedro Ludovico)
Setor Central, Goiânia - Goiás

Fale com Especialista